Equipe da Inteligência Relacional oferece Formação Inicial para educadores, gestores e funcionários selando o quinto ano de implantação da Liga Pela Paz. 

Nos dias 02 e 03 de março aconteceram a Sensibilização e a Formação Inicial, conduzidas pela consultora pedagógica Lauren Ribeiro, de funcionários e educadores da Escola Estadual Professora Hermínia Gugliano, respectivamente. Este foi o primeiro ano que funcionários puderam participar ativamente de dinâmicas e de troca de experiências da Metodologia Liga Pela Paz.

Na verdade a inovação foi apenas um reforço do trabalho já existente na escola, que atua com a Liga Pela Paz há cinco anos. Esta parceria tem conseguido mensurar resultados positivos a partir das mudanças de comportamento decorrentes do desenvolvimento da regulação emocional pelos educandos. Tais mudanças refletem diretamente no processo de aprendizado.

Elilian Silveira, agente de organização escolar, é uma das funcionárias da escola que participou e se encantou com a formação. “Conseguimos interagir bastante durante as dinâmicas e cada uma delas nos abriu novos horizontes de relacionamento, de solidariedade, da importância de dar um sorriso, uma palavra amiga ao próximo”, contou Elilian. “Já convivíamos com a metodologia na escola, mas a oportunidade que tivemos de aprender mais durante a formação foi muito enriquecedor, muito gratificante”, afirmou a agente.

Para a gerente de organização escolar, Sandra Aparecida de Souza, a experiência não foi diferente. “Estou na Hermínia desde 2011. Já conheço um pouco sobre Educação Emocional e Social, mas o fato de termos a oportunidade de passar também pela Formação Inicial agregou muitos valores à nossa vida pessoal e profissional. Todos nos fomos tocados pela emoção, nos aproximamos mais depois de finalizada cada dinâmica. Esse clima favorável se reflete no ambiente escolar, porque entendemos hoje qual é o peso de lidarmos com o diálogo, a empatia, a solidariedade e estamos sempre prontos a nos colocar no lugar do outro, antes de qualquer atitude”, explica Sandra.

Os educadores também se sentiram muito integrados durante o processo de Formação Inicial. Ana Cláudia Padrão, que está na escola desde o primeiro ano de implantação da Liga Pela Paz, falou sobre a importância do fortalecimento dos vínculos a cada nova formação realizada na Hermínia. “Já passei por todos os livros e este ano vou trabalhar com crianças de 9 a 10 anos. Temos solidificado na escola a construção da Educação Emocional e Social, baseada na regulação das emoções. Sabia que a Metodologia Liga Pela Paz faria a diferença e, hoje, é a diferença”, conclui.

A motivação em trabalhar com ferramentas para regular as emoções também se mostrou na participação da professora Renata Moreira, recém-chegada à escola. “Sou professora de libras e tenho um aluno muito especial, que vem de uma história complicada de conflitos familiares. Ele não ouve, está aprendendo os sinais e tem muita força de vontade em se comunicar por leitura labial, agentes facilitadores para aprimorar a comunicação desse garoto. Tenho certeza que por meio da Metodologia Liga Pela Paz nós conseguiremos incluí-lo mais nas atividades, resultando em melhor aprendizado, e, mais do que isso, será uma generosa troca de motivação, o que deixará nossos vínculos muito mais fortalecidos.

Maria Tereza de França Souza, Líder de Conteúdo da Área Pedagógica, fala da dedicação e da gratidão dos envolvidos nestes cinco anos de parceria. “Em 2017, celebramos o quinto ano de parceria com a Escola Estadual Hermínia Gugliano. Foi muito bom comemorar esta união com os educadores, gestão e funcionários durante os momentos de Sensibilização e Formação Inicial. Todos acreditam na importância da Educação Emocional e Social e observam frutos na melhoria da convivência dentro e fora das salas de aula, além do foco e da disposição para a aprendizagem. Um momento de gratidão recíproca e alegria contagiante!”, concluiu Maria Tereza.

Fonte: Inteligência Relacional