Cerca de 5 mil alunos do Ensino Fundamental I e II serão contemplados com a metodologia que desenvolve habilidades socioemocionais, promovendo a redução da violência e melhoria da convivência e aprendizagem

A Secretaria Municipal de Educação de Conde (PB), em parceria com a Inteligência Relacional, realizou, na última sexta-feira (9), a aula inaugural da metodologia de Educação Emocional e Social, envolvendo os alunos, familiares e todo o corpo docente. Cerca de cinco mil estudantes do Ensino Fundamental I e II, além de seus familiares, serão envolvidos no processo desenvolvido em todas as 22 escolas do município.

A partir desse momento, a Educação Emocional e Social será integrada na grade curricular das escolas, sendo um processo educativo, regular e permanente, que busca desenvolver consciência, autonomia e regulação emocional. Com ela evitam-se situações de estresse, uso e abuso de álcool e drogas, depressão e violência por meio do desenvolvimento da concentração, da tolerância, da autoestima, do aprendizado de competências socioemocionais e habilidades para resolução de conflitos.

De acordo com a consultora pedagógica da Inteligência Relacional, Maria Doia, a aula inaugural representou um momento de celebração por marcar o início da aplicação da metodologia. “Foi um dia muito positivo, de construção e integração, com apresentações teatrais dos personagens dos livros, atividades sobre a Educação Emocional e Social, confecção de faixas e cartazes e atividades em grupo, sempre trazendo temas que remetem à reflexão sobre o diálogo, a autoestima e o perdão”, destacou.

Segundo a Secretária de Educação, Aparecida Uchôa, a receptividade da metodologia pelos alunos e profissionais de educação está deixando uma grande expectativa no desenvolvimento de um bom trabalho nas escolas e com as famílias de Conde, como foi visto na aula inaugural. “Temos a convicção de que teremos excelentes resultados, pois conhecemos e acreditamos na metodologia e nos benefícios trazidos pela sua aplicabilidade. Fiquei muito surpresa com o envolvimento dos alunos e professores nessa data”, disse.

Para a gestora da Escola Municipal Deputado José Mariz, Cibele dos Reis, o marco da chegada da metodologia de Educação Emocional e Social está trazendo novas possibilidades. “Ficamos muito presos no conteúdo didático, e, a partir de agora, poderemos trabalhar também as emoções e a humanização das crianças. Estamos resgatando valores que muitas vezes deixávamos de lado”, enfatizou.

Já a professora do 3º ano, Maria Bernadete de Almeida, destacou a aula inaugural como uma ação bastante positiva e integradora. “Trabalhamos com um nível de crianças muito carentes e precisamos ativar nossa emoção para ajudá-las, realizando atividades com afetividade, carinho e amor, como a de hoje, para abrir ainda mais os horizontes em sala de aula.”

As alunas do 6º ano da Escola José Mariz, Laysa Nicolle, 11 anos e Maria Luísa Rodrigues, 10 anos, participaram da atividade de teatro com os personagens e se sentiram bastante motivadas. “Cada personagem tem seu próprio jeito de ser e quer nos passar uma mensagem. Fiquei muito feliz por interpretar e mostrar isso para os outros”, disse Laysa. “Vi meus colegas prestando bastante atenção e acho legal a gente fazer mais teatro. Isso vai melhorar cada vez mais a convivência na escola e deixar o ‘mal de lado’”, completou Maria Luísa.   

Ao final das atividades, todos os alunos de rede municipal de Conde receberam o material pedagógico, de acordo com a série escolar.

Fotos: Altair Castro

Notícias relacionadas: Portal do Litoral PB, 24 Brasil , Polêmica Paraíba 

Fonte: Prefeitura de Conde