Com a implantação de uma metodologia serão desenvolvidas as competências socioemocionais exigidas na nova Base Nacional Comum Curricular 

O município de Pilar, na Região Metropolitana de Maceió (AL), por meio da Secretaria de Educação e Cultura, em parceria com a organização Inteligência Relacional, promoveu, entre os dias 11 e 13 de abril, um momento de formação da metodologia de Educação Emocional e Social. Foram envolvidos na ação cerca de 40 educadores, da Escola Municipal Embaixador Renato de Mendonça, que irão desenvolver a proposta com 800 alunos do 5º ao 9º ano e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

As atividades foram iniciadas com uma sensibilização, idealizada pelo fundador e orientador de conteúdos da Inteligência Relacional, João Roberto de Araújo, que apresentou, em uma palestra, a importância da Educação Emocional e Social para a melhoria dos índices de aprendizagem e redução da violência escolar. “Levamos para esses educadores uma consciência da pauta que a sociedade tem daqui em diante, abrindo um entendimento sobre a educação socioemocional e mostrando um panorama bem amplo dessa metodologia”, enfatizou.

Para o prefeito de Pilar, Renato Rezende, a Educação Emocional e Social chega ao município para fortalecer as atividades escolares. “Estamos procurando humanizar a nossa educação e esse trabalho passa a também as emoções de nossas crianças e educadores. Tenho certeza que a experiência da Inteligência Relacional irá nos ajudar muito nessa transformação, dando apoio e carinho aos estudantes, para que eles tenham na escola um local onde possam abraçar e também ser abraçados”, defendeu.

Já a Secretária de Educação e Cultura, Ivanilda Rodrigues, disse que o entendimento da emoção é fundamental para um bom resultado dentro e fora de sala. “Queremos apoiar nossos alunos e educadores, para que eles possam ter um melhor convívio diário e dessa forma, saber lidar com situações indesejadas, reduzindo a depressão e estresse, e melhorando a realidade de todos em sala de aula e também no ambiente familiar.”, complementou.

No momento da formação dos educadores  as consultoras pedagógicas da Inteligência Relacional apresentaram à equipe escolar os fundamentos e conceitos que permeiam a metodologia de Educação Emocional e Social, que visa desenvolver a temática da boa convivência entre alunos, docentes e família. Além disso, os profissionais conheceram o material pedagógico, o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e os recursos práticos que podem ser aplicados em sala de aula, trabalhando a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, alicerces da construção de uma Cultura de Paz.

O psicólogo escolar, Darlan Gomes, participante da formação, destacou a iniciativa como algo inovador. “Trazer a educação emocional para dentro de sala irá nos ajudar muito no redimensionamento da educação”.  Já a professora do Fundamental I, Claudisete dos Santos, abordou como a metodologia vai ajudá-la no dia a dia. “Muitas vezes estamos bem e acontece algo que afeta o nosso equilíbrio. Vejo que essa proposta nos dá o conhecimento necessário para saber lidar com isso”, finalizou.

O desenvolvimento da metodologia de Educação Emocional e Social, na Escola Municipal Embaixador Renato de Mendonça, contará com o apoio do material pedagógico completo e exclusivo, composto por livros impressos que apresentam recursos psicopedagógicos envolventes e lúdicos, atividades e conteúdos pertinentes à faixa etária e ao ano escolar de cada estudante.

 

Fonte: Inteligência Relacional